terça-feira, 23 de janeiro de 2018

SAÚDE



SAÚDE

CONEXÃO SAÚDE: PORTAL REÚNE INFORMAÇÕES DA SES

 31/08/2016 - 14:43h - Atualizado em 31/08/2016 - 14:44h 
Rede de atendimento, projetos, notícias sobre a secretaria e matérias sobre saúde e bem estar.

Além de informações da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, o portal Conexão Saúde reúne um vasto conteúdo sobre saúde e bem estar. As páginas especiais Obesidade, Gravidez na Adolescência, Atividade na Terceira Idade e a seção Viver Melhor trazem notícias, matérias e dicas para a população de todo o estado.

BALANÇO DA OPERAÇÃO INTEGRADA NA ZONA NORTE DO RIO



BALANÇO DA OPERAÇÃO INTEGRADA NA ZONA NORTE DO RIO

 18/01/2018 - 17:28h - Atualizado em 19/01/2018 - 15:28h 


A Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), por meio das polícias Civil e Militar, com o apoio das Forças Armadas e Polícia Federal deflagrou, na madrugada de hoje, uma operação nas comunidades do Jacaré, Arará, Manguinhos e Mandela, na Zona Norte. Houve desdobramento das ações para as comunidades Bandeira Dois e Mangueira, também na Zona Norte, detectadas como rotas de fuga dos criminosos.

Foram presos 37 homens e seis menores apreendidos. Houve ainda apreensão de 191 munições, três granadas e cerca de 100 quilos de drogas. Cinco carros e sete motos - produtos de roubo - foram recuperados.

O Disque-Denúncia deu apoio à operação, com a distribuição de panfletos com fotos dos principais traficantes que atuam na região, estimulando a população a informar as autoridades sobre possíveis esconderijos. Informação do Disque-Denúncia possibilitou que equipe da UPP do Jacarezinho localizassem grande quantidade de drogas.

As Forças Armadas foram responsáveis pelo cerco nas comunidade e ficaram baseadas em pontos estratégicos. Algumas ruas foram interditadas e o espaço aéreo esteve controlado, com restrições dinâmicas para aeronaves civis, nas áreas sobrepostas aos setores de atuação das Forças Armadas. Não houve interferência nas operações dos aeroportos.

No Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, representantes de todas as instituições envolvidas na operação acompanharam, em tempo integral, os desdobramentos, desde as cinco horas da manhã.

A operação integrada desta quinta-feira foi a primeira realizada neste ano, envolvendo a Seseg, Forças Armadas e outras forças de segurança em comunidades do Rio de Janeiro.

No ano passado, foram realizadas as seguintes operações: Onerat (Complexo do Lins) , Dose Dupla (Niterói), Conisi (Jacarezinho, Alemão e Mangueira), Rocinha, Duque de Caxias, Morro dos Macacos, Complexo de São Carlos (Zinco, Querosene e Mineira), Complexo do Salgueiro e Anaia (São Gonçalo), além de Mangueira, Mandela, Tuiuti e Arará. Nesta última, realizada em dezembro, foi efetuada a prisão do traficante Rogério Avelino da Silva,o Rogério 157, considerado líder do tráfico na Rocinha, na Zona Sul do Rio. Nestas operações, as forças de segurança totalizaram 171 presos, 15 menores apreendidos, 27 fuzis, 27 pistolas, 3.777 munições, 23 granadas, mais de duas toneladas de drogas e 118 veículos recuperados.

 

LOGÍSTICA E PATRIMÔNIO RECEBE PRÊMIO 19 DE MARÇO NO CONGRESSO BRASILEIRO DE PREGOEIROS



LOGÍSTICA E PATRIMÔNIO RECEBE PRÊMIO 19 DE MARÇO NO CONGRESSO BRASILEIRO DE PREGOEIROS

 21/03/2017 - 18:11h - Atualizado em 21/03/2017 - 18:11h
 » Assessoria de Comunicação Social
A premiação conquistada foi "Órgão que mais investiu em capacitações – maior número absoluto de capacitações" e refere-se às iniciativas de 2016. A servidora Daniela Edde, gerente da rede de Pregoeiros, recebeu a homenagem.

 A iniciativa da Subsecretaria de Logística e Patrimônio de capacitar os servidores que atuam nas redes descentralizadas de gestão foi mais uma vez contemplada com o Prêmio 19 de Março, entregue ontem, dia 20 de março, na cerimônia de abertura do Congresso Brasileiro de Pregoeiros.

A premiação conquistada foi “Órgão que mais investiu em capacitações – maior número absoluto de capacitações” e refere-se às iniciativas de 2016. A servidora Daniela Edde, gerente da rede de Pregoeiros, recebeu a homenagem. 

Nesse ano foram realizados 29 cursos e capacitados 845 servidores, que atuam na área logística. Desse total, 580 capacitações foram de pregoeiros em iniciativas exclusivas e em parceria com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), com a Escola de Contas do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro e também com o SEBRAE/RJ (através do convênio Compras Mais 2).

“Estamos muito felizes com essa conquista. A capacitação visa não somente a transferência de conhecimento para os servidores do Estado, mas também a valorização de cada servidor que atua para a melhoria contínua dos processos de sua área”, disse a líder da equipe Redes, articulação e parcerias, Mohana Reis.

Segundo a coordenadora da equipe de Políticas de Logística, Mila Braga, “capacitar os servidores é uma iniciativa importantíssima para a melhoria da gestão das compras públicas no Estado. Apesar das adversidades do momento, devemos nos esforçar para continuar capacitando os integrantes da Rede Logística”.

De 2012 até hoje a Subsecretaria recebeu nove diferentes premiações. Com relação às capacitações, foram quatro prêmios referentes aos anos de 2011, 2012, 2015 e 2016.


SERVIDORES GANHAM CANAL DE COMUNICAÇÃO EXCLUSIVO



SERVIDORES GANHAM CANAL DE COMUNICAÇÃO EXCLUSIVO

 17/01/2018 - 08:54h - Atualizado em 17/01/2018 - 08:55h
 » Foto: Paulo Vitor
Objetivo é divulgar informações em primeira mão para os funcionários

Para aprimorar a comunicação com os servidores, o Governo do Estado lançou o programa Servidor Primeiro. O novo canal de comunicação, via WhatsApp, divulga informações em primeira mão aos funcionários. Pagamentos, descontos exclusivos e convênios com instituições de ensino são algumas das informações anunciadas pelo serviço.


– Os servidores foram nossa prioridade durante toda a crise econômica e continuarão sendo a prioridade neste momento de retomada. Peço mais uma vez desculpas aos nossos funcionários pelos transtornos causados pela crise. Vamos canalizar todos os esforços para que 2018 seja um ano muito melhor para todos – afirmou o governador Luiz Fernando Pezão.


Implantado há menos de um mês, o canal exclusivo do funcionalismo estadual já conta com quase 2 mil inscritos.


– Neste momento de virada da grave crise que vivenciamos para a nova fase de recuperação do Estado do Rio, queremos reafirmar o servidor, seja ativo, inativo ou pensionista, como prioridade da administração estadual. Criamos o canal Servidor Primeiro para que os funcionários do governo sejam os primeiros a receber informações relevantes relacionadas às suas atividades profissionais. Esperamos que essa iniciativa seja um marco de uma nova etapa no relacionamento entre servidores e empregador, com melhorias não apenas na comunicação interna do governo, mas também na prestação de serviços à população – disse o secretário da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo.


O coordenador administrativo da Secretaria da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Julian Costa, aprovou o novo canal.


– Me cadastrei há três semanas e estou achando a iniciativa ótima. É muito bom receber notícias importantes em primeira mão – afirmou o servidor.


Para ser incluído no serviço, o servidor só precisa enviar uma mensagem para (21) 97584-3180, informando nome e órgão vinculado.
  • FOTOS

  • Credito-PauloVitor3 cmyk.jpg
    1 foto | Casa Civil | 16/01/2018

    Servidor Primeiro

VICE-GOVERNADORIA CONHEÇA A VICE-GOVERNADORIA



VICE-GOVERNADORIA

CONHEÇA A VICE-GOVERNADORIA



Atribuições do vice-governador

. Assistir o governador nas atribuições que lhe são conferidas pela Constituição estadual;

. Auxiliar o governador, sempre que por ele convocado para missões especiais;

. Substituir o governador do estado quando de seus afastamentos, conforme o artigo 140 da Constituição estadual;

. Representar oficialmente o governo do estado, quando for designado para tanto;

. Compor os conselhos normativos dos órgãos da administração indireta, conforme dispuserem suas legislações específicas;

. Dirigir as atividades técnicas e administrativas da Vice-governadoria, praticando os atos inerentes à sua gestão.


Coordenadoria Executiva dos Projetos e Obras de Infraestrutura do Estado do Rio de Janeiro

No âmbito do Gabinete do Vice-governador do Estado do Rio de Janeiro, está instituída a Coordenadoria Executiva dos Projetos e Obras de Infraestrutura, cuja função é coordenar o planejamento, a gestão e a execução dos projetos e obras de infraestrutura física, social e ambiental desenvolvidas por diversos órgãos da estrutura do governo.

As áreas de atuação da Coordenadoria envolvem saneamento ambiental; mobilidade urbana e rural, compreendendo as questões relacionadas ao transporte rodoviário, ferroviário, metroviário e aquaviário; logística e abastecimento (portos, estradas e aeroportos); moradia; questões sociais, compreendendo as questões relacionadas à implantação de equipamentos destinados à educação, saúde, promoção e assistência social, prática de esportes, lazer, segurança e atividades culturais; prevenção de acidentes de Defesa Civil e energia e petróleo.
 
A Coordenadoria tem, ainda, a função de estabelecer a interlocução do Estado com os municípios e o governo federal. Outra atribuição da Coordenadoria, da Vice-governadoria, é concentrar e desenvolver ações necessárias para a captação de recursos para projetos e execução de obras de infraestrutura física, social e ambiental no estado. 

 



GOVERNADORIA CONHEÇA O GOVERNADOR



GOVERNADORIA

CONHEÇA O GOVERNADOR



Luiz Fernando Pezão nasceu no município de Piraí, Estado do Rio de Janeiro, em 29 de março de 1955. Filho de Darcy de Souza e Ecy Reis de Souza, passou os primeiros anos de sua infância no bairro de Ribeirão das Lajes, onde a companhia de eletricidade Light operava a usina de geração de energia, empresa na qual trabalhava seu pai. Cursou o ensino fundamental e médio nas escolas públicas do Município de Piraí e formou-se em Economia e Administração de Empresas na Universidade Estácio de Sá na Cidade do Rio de Janeiro. Após a conclusão dos estudos universitários, exerceu a atividade de economista e consultor de empresas na iniciativa privada.

Pezão despertou para a militância política muito jovem, por volta dos 15 anos de idade. Elegeu-se vereador para a Câmara Municipal de Piraí em 1982, dando início à sua trajetória de homem público. Em 1996, foi eleito prefeito de Piraí, com 75% dos votos válidos. Nos períodos em que esteve à frente do Executivo, o município experimentou grande desenvolvimento e passou a ser referência como modelo de gestão municipal. Com a implantação do Piraí Digital, eficiente sistema de informação que leva acesso à internet por rede sem fio e em alta velocidade aos moradores locais, Pezão transformou a vida na cidade. O Piraí Digital caminhou bastante, recebendo vários prêmios nacionais e internacionais. Entre os prêmios estão o de “Gestão pública e cidadania – Projeto Piraí, município digital”, em 2004 das fundações Ford e Getúlio Vargas, e o Top Sevem Intelligent Communities (2005). Ainda tendo como meta a criação de postos de trabalho, principal carência da população de Piraí de então, Pezão trabalhou na criação de incentivos para a atração de empresas e, por este trabalho, recebeu o Prêmio Mário Covas concedido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) aos prefeitos que se destacaram como empreendedores em seus municípios.

Reeleito em 2000, Pezão ganhou da população de Piraí um sinal verde para a continuação de seu trabalho, tendo recebido 86,06% dos votos válidos. Presidente da Associação de Prefeitos dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro (Apremerj) por dois períodos, teve atuação destacada como interlocutor dos interesses do interior na Assembleia Legislativa e no governo do estado. Em 2006, foi secretário de Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Eleito vice-governador ainda 2006, na chapa do governador Sérgio Cabral, exerceu também o cargo de secretário de Obras, sendo responsável pelas principais obras do governo do estado, entre elas as do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nos complexos do Alemão, Manguinhos, Pavão-Pavãozinho/Cantagalo e Rocinha, e a construção do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro.

Em 3 de outubro de 2010, foi reeleito vice-governador do Estado do Rio de Janeiro, na chapa do governador Sérgio Cabral, para o mandato 2011-2014, tendo desempenhado também a função de coordenador da Coordenadoria Executiva dos Projetos e Obras de Infraestrutura do Estado do Rio de Janeiro.

No dia 04 de abril de 2014, Pezão tomou posse como governador do Estado do Rio de Janeiro com a renúncia do governador Sérgio Cabral, de acordo com a legislação eleitoral.

Em 26 de outubro de 2014, foi reeleito governador do Estado do Rio de Janeiro, para o mandato 2015-2018. 


segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Programa Primeiro Emprego

Programa Primeiro Emprego coloca 4.370 jovens no mercado de trabalho em um ano

Em um ano, 4.370 jovens foram inseridos no mercado de trabalho, entre 178 municípios alcançados. Esses são alguns dos números do Programa Primeiro Emprego, do Governo do Estado. A ação completou um ano da primeira leva de convocações e obteve bons resultados, empregando milhares de estudantes e egressos da rede estadual de Educação Profissional.

O intuito principal da ação é promover a oportunidade profissional e melhores resultados em sala de aula, uma vez que o desempenho educacional é um critério levado em consideração no ato da contratação. O superintendente de Desenvolvimento do Trabalho da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Alexandre Reis, alerta: “é importante os jovens terem cuidado na hora de efetuar o cadastro, que precisa ser mantido atualizado, pois o número de contratações poderia ter sido bem maior, uma vez que foram realizados mais de cinco mil encaminhamentos”.

Dividida em dois ciclos, a iniciativa visava, em um primeiro momento, a contratação de 4.500 egressos e estudantes da Educação Profissional, no período 2016/2017, e outros 4.500, em 2017/2018, totalizando nove mil vagas. Já no início do ano, a meta ficou perto de ser superada e, agora, espera-se que o Primeiro Emprego ajude a transformar a vida de 11.478 jovens, o que representa o cumprimento de 127,5% do objetivo.

Empresa conserta tubulação que rompeu na zona oeste

Empresa conserta tubulação que rompeu na zona oeste do Rio

  • 23/01/2018 07h54
  • Rio de Janeiro
Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil
Técnicos da distribuidora de água Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro) concluíram na madrugada de hoje (23) os serviços de reparo da tubulação que rompeu na tarde de ontem, no bairro do Santíssimo, na zona oeste do Rio. De acordo com a empresa, a tubulação já foi religada ao sistema e voltou a receber água.
Uma equipe de segurança patrimonial da Cedae também foi enviada ao local para realizar levantamento de eventuais danos a serem ressarcidos pela companhia.
O vazamento ocorreu no meio da rua, na altura do número 488 da Estrada do Lameirão. A força da água formou um chafariz o alagamento de ruas da região. Em janeiro do ano passado, o estouro de uma adutora havia alagado a mesma estrada, perto do número 800.
O mau tempo no início da noite de ontem em bairros da zona oeste do Rio provocou alagamentos em diversas vias de Realengo, Padre Miguel, Bangu e Santíssimo, bairro onde ocorreu um grande vazamento de tubulação da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), na Estrada do Lameirão.
A chuva provocou ainda o alagamento de partes internas do Bangu Shopping, instalado no número 240 da Rua Fonseca.

Edição: Kleber Sampaio

Trump defende negociação sobre "sonhadores"

Trump defende negociação sobre "sonhadores" após reabertura do governo

  • 23/01/2018 07h52
  • Washington
Da Agência EFE*
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, convocou democratas e republicanos para sentarem "à mesa de negociação" com o objetivo de abordar o futuro dos 800 mil jovens sem documentação, conhecidos como "sonhadores", depois que os dois partidos entraram em acordo sobre a reabertura do governo.
"Grande vitória para os republicanos", disse Trump no Twitter, referindo-se à reabertura, nessa segunda-feira (22), após quase três dias de fechamento parcial do governo, forçado pela falta de fundos desde a meia-noite da última sexta-feira (19).
"O que eu quero agora é uma grande vitória para todos, incluindo republicanos, democratas e 'sonhadores', mas especialmente para as nossas forças militares e a segurança fronteiriça. Devemos poder fazê-lo. Nos vemos na mesa de negociação", afirmou.
Os democratas concordaram ontem em permitir a reabertura do governo, ao autorizar o recebimento de novos fundos, mas somente até o dia 8 de fevereiro.
Deram, desse modo, seu braço a torcer após Trump ter advertido que não negociaria com eles até desbloquearem a situação.
Os dois partidos têm agora cerca de 17 dias para chegar a um acordo definitivo sobre as contas, se quiserem evitar um novo fechamento, mas os democratas puseram como condição a regularização dos 800 mil "sonhadores".

*É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados
Edição: -

PF e Ministério Público

PF e Ministério Público fazem operação contra fraudes em obras no Rio

  • 23/01/2018 07h37
  • Rio de Janeiro
Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil
Policiais federais (PF) e integrantes do Ministério Público Federal (MPF) cumprem hoje (23) seis mandados de prisão e 18 de busca e apreensão contra suspeitos de fraudes em obras no Rio de Janeiro. A Justiça decretou a prisão preventiva do ex-secretário municipal de Obras Alexandre Pinto, do ex-subsecretário Vagner de Castro Pereira e do doleiro Juan Luis Bertran Bitllonch.
Os outros três mandados de prisão são temporários. Os agentes também cumprem seis intimações para depoimento na delegacia.
A Operação Mãos à Obra é um desdobramento da Rio 40 Graus, que revelou esquema de propina na Secretaria Municipal de Obras em outubro do ano passado.
A Mãos à Obra identificou a cobrança de propina em seis obras municipais: na restauração da linha Vermelha; no programa Asfalto Liso; entorno do Maracanã; BRT Transoeste; BRT na Transcarioca; e BRT Transbrasil.
Segundo o MPF, parte dos recursos obtidos por Alexandre Pinto foi remetida ao exterior por meio de empresas offshore operadas por terceiros e com recursos à disposição do ex-secretário. Juan Bertran teria sido o responsável por realizar as operações de dólar que abasteceram a conta da Centovali, offshore que concentrava os recursos de Alexandre.
Vagner de Castro Pereira também teve importante papel no esquema, de acordo com o MPF. Os pagamentos do Consórcio Dynatest-TCDI, responsável pelas atividades de monitoramento dos contratos de obras e serviços relacionados à implantação do Transbrasil, corredor exclusivo de BRT que liga o centro da cidade do Rio de Janeiro ao bairro de Deodoro, eram feitos diretamente ao subsecretário.
“As investigações revelaram que o consórcio foi formado por indicação de Alexandre Pinto, que solicitou a inclusão da TCDI, de propriedade de Wanderley Tavares da Silva, que por sua vez auxiliava na liberação de recursos do Ministério das Cidades para o município do Rio de Janeiro. Com isso, a Dynatest tinha participação de 80% no contrato e a TCDI de 20%”, diz nota do MPF.
Ainda de acordo com o Ministério Público, o esquema contava com a participação dos fiscais que supervisionavam, que cobravam cerca de 3% do valor total. Com isso, estima-se que apenas na prestação de serviço de monitoramento das obras do Transbrasil tenham sido pagos R$ 1,8 milhão, sendo R$ 1 milhão recebidos por Vagner de Castro em nome de Alexandre Pinto e R$ 392,5 mil pelos fiscais.
Edição: Graça Adjuto

Nevascas deixam pelo menos uma pessoa morta e 360 feridas

Nevascas deixam pelo menos uma pessoa morta e 360 feridas no Japão

  • 23/01/2018 07h18
  • Tóquio
Da Agência EFE*
Uma pessoa morreu e pelo menos 360 ficaram feridas no Japão, por causa de fortes nevascas em Tóquio e no Norte do país.  O temporal levou ao cancelamento, nesta terça-feira (23), de mais de 100 voos, causou alterações na rede de transportes e provocou acidentes rodoviários. A informação é da Agência EFE.
Somente em Tóquio, onde ocorreu a maior nevasca em quatro anos, com camadas de mais de 20 centímetros, 229 pessoas ficaram feridas, principalmente por escorregões e quedas. No total, o número de feridos chega a 360, incluindo os atingidos em regiões próximas da capital japonesa, segundo a mídia local.
Na província de Ibaraki, uma mulher de 52 anos morreu ontem à tarde, depois que seu carro bateu de frente com um caminhão devido à má condição da estrada, informou a emissora pública japonesa NHK.
Mais de 100 voos nacionais e internacionais foram cancelados hoje. Ontem (22), foram mais de 300 voos, com destino sobretudo aos aeroportos da região de Tóquio, afetados pelas fortes nevascas.
Cerca de 9 mil pessoas passaram a noite no aeroporto de Narita e 2,8 mil pernoitaram no de Haneda, devido aos cortes nos serviços de trem e rodoviários. A polícia contabilizou 740 acidentes de trânsito.
Ontem à tarde, um caminhão causou retenções de até dez horas no maior túnel do Japão, localizado em uma estrada de Tóquio, pois não conseguiu subir uma inclinação até o alto do bairro de Shinjuku, no distrito central.
Os trens da capital funcionavam com atrasos de 20 a 40 minutos no início desta terça-feira, e muitos serviços rápidos que ligam Tóquio a províncias vizinhas permaneciam suspensos, embora os trens de alta velocidade funcionassem normalmente.
A principal companhia elétrica da capital, a Tokyo Electric (Tepco), pediu hoje a redução do uso de energia. Mais de 100 mil casas, nas províncias de Kanagawa e Chiba, foram afetadas por cortes de energia nessa segunda-feira, diante da demanda excessiva por causa das baixas temperaturas, informou o jornal Yomiuri.
O sistema de baixa pressão provocado pela tempestade de neve na capital e em regiões próximas segue em direção ao norte. A Agência Meteorológica do Japão mantém o alerta para tempestades de neve na costa noroeste de Honshu, a principal ilha do país, e no sul de Hokkaido (ao norte).

*É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados
Edição: -

Retrospectiva de Basquiat

Retrospectiva de Basquiat chega a São Paulo no aniversário da cidade

  • 23/01/2018 06h39
  • São Paulo
Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil
Com 80 peças, chega a São Paulo no dia do aniversário da cidade (25 de janeiro) uma retrospectiva do artista Jean-Michel Basquiat. Apesar da curta carreira, entre os 17 e 27 anos, o nova-iorquino teve uma produção intensa, sendo considerado um dos nomes mais importantes da década de 80. Os trabalhos expostos no Centro Cultural Banco do Brasil, no centro da capital paulista, apresentam o pintor, desenhista e gravurista desde o início da carreira com os graffiti até o auge do processo, quando alcançou patamar elevado de valor no mercado da arte.
“A obra dele manteve a atualidade, um fascínio, tanto da parte visual, estética, quanto do conteúdo”, ressalta o curador Pieter Tjabbes, ao comentar como os trabalhos ainda mostram forte apelo, especialmente entre os jovens. “Ele tem um trabalho intuitivo. Insere tudo o que está fazendo, pensando, o que está acontecendo ao redor dele entra nas obras, seja em imagens, seja em palavras. Ele é uma esponja”, acrescenta, ao explicar um pouco sobre o método de Basquiat, que costumava deixar o rádio e a televisão ligados ao mesmo tempo enquanto trabalhava no ateliê. “Ele era bombardeado por todas essas informações o tempo inteiro”.
Processo intenso
Essa estimulação com elementos de diversas fontes parece ser, na opinião do curador, um dos traços que aproxima o artista das gerações atuais. “Ele está em constante contato com o mundo ao redor. Isso talvez seja parte do apelo que tem hoje, essa nova geração é totalmente antenada, 24 horas por dia conectada em informação”.
A imersão era tão intensa que até o apartamento onde vivia se tornava parte de sua obra. “Ele pinta tudo que está no apartamento: a geladeira, a porta do banheiro”, comenta o curador. Essa porta, assim como outros objetos semelhantes usados como suporte pelo artista - esquadrias de janela e peças de madeira - pode ser vista na mostra. A exposição é, segundo Tjabbes, a maior do artista feita no Brasil.
O talento ímpar e o esforço trouxeram resultados rápidos para o jovem artista. Em 1982, com 21 anos, chegou a participar da Documenta de Kassel, na Alemanha, uma das principais mostras de arte contemporânea do mundo. O renome fez com que o valor de suas obras também subisse rápido, uma das razões, segundo Tjabbes, pelas quais é difícil encontrar os trabalhos de Basquiat em museus e instituições públicas. “Quando os museus começaram a se interessar, os preços já estavam proibitivos. O resultado é que relativamente poucos museus têm obras dele nas coleções”, diz. As obras da exposição do CCBB são de uma coleção particular.
Música e negritude
Apesar da rápida ascensão, Basquiat ainda se sentia afetado pelo racismo, e a temática negra era uma presença constante em suas obras. “Ele era um artista negro, afroamericano, dentro de um meio de artes que era quase totalmente branco. Então, a obra sempre permeia esse viés de crítica sobre o sistema. Basquiat ressalta muito negros importantes na música e nos esportes”, lembra o curador.
A música, em especial o hip hop, era outra influência importante em seu trabalho. “A ligação que a obra dele tem com a música falada”, destaca Tjabbes. Mesclar palavras com imagens é também uma característica marcante de várias obras. Assim como a inserção de desenhos por meio de colagens. “O desenho aparece tanto como desenho mesmo, como nos quadros. Ele insere nos quadros, cola, pinta por cima”.
A exposição fica em São Paulo até abril, de onde segue para as unidades do CCBB em Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, encerrando as exibições no Brasil em janeiro de 2019.
Edição: Graça Adjuto

Inscrições para o Sisu

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira

  • 23/01/2018 05h50
  • Brasília
Paulo Laboissière - Repórter da Agência Brasil
As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam hoje (23) e vão até a próxima sexta-feira (26) exclusivamente pelo site, sem cobrança de taxas.
Estão sendo oferecidas, ao todo, 239.601 vagas em 130 instituições, entre universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais.
Podem se inscrever estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, que obtiveram nota na redação diferente de zero e que não sejam treineiros (participantes menores de 18 anos no primeiro dia de realização da prova).
Para se inscrever, o candidato precisa do seu número de inscrição e da senha cadastrados no Enem de 2017. É preciso estar atento aos documentos exigidos pelas instituições para a efetivação da matrícula, em caso de aprovação.
O Sisu foi desenvolvido para selecionar candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior que utilizarão a nota do Enem como única fase de seu processo seletivo. A seleção é feita com base na nota obtida pelo candidato. No site, é possível consultar as vagas disponíveis, pesquisando as instituições e os seus respectivos cursos participantes.
Confira o cronograma do Sisu:
- 23/1 a 26/1: período de inscrições (as notas de corte serão divulgada nos dias 24, 25 e 26)
- 29/1: resultado da chamada regular
- 29/1 a 7/2: prazo para participar da lista de espera
- 30/1 a 7/2: matrícula da chamada regular
- 9/2: convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições a partir desta data
Edição: Graça Adjuto

Brasileiros beneficiados pelo Daca

Brasileiros beneficiados pelo Daca vivem incerteza nos Estados Unidos

  • 23/01/2018 05h30
  • Atlanta
Leandra Felipe - Repórter da Agência Brasil
Os jovens brasileiros beneficiários do programa Daca - Ação diferida para chegados na infância (livre tradução para Deferred Action for Childhood Arrivals) têm vivido na incerteza.
Isso porque o futuro do programa depende de um projeto de lei de imigração, que está em andamento no Congresso americano. O Daca acabou virando moeda de troca - o presidente Donald Trump promete mantê-lo somente se a construção do muro na fronteira do México não for impedida pela oposição Democrata. 
Manifestantes protestam, no Texas, contra o fim da proteção para os jovens da Daca
Manifestantes protestam, no Texas, contra o fim da proteção para os jovens da DacaEFE/Alberto Ponce de León/Direitos Reservados
O Senado dos Estados Unidos votou nessa segunda-feira (22) uma proposta de orçamento para encerrar a paralisação do governo federal. Os democratas aceitaram ao acordo depois de o líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, ter prometido permitir que um projeto de lei sobre imigração seja votado no próximo mês, o que envolve os jovens do Daca, conhecidos como sonhadores.
A angústia da espera é agravada principalmente porque a maioria dos jovens beneficiários diz se sentir mais adaptado ao estilo, cultura norte-americana que brasileira, já que construíram seus planos para viverem nos Estados Unidos no país.
Agência Brasil conversou com vários brasileiros beneficiários do programa.
Como Janaína Lemos*, de 24 anos, que é beneficiária desde que o programa foi iniciado em 2012, durante a gestão do ex-presidente Barack Obama. 
Ela chegou aos Estados Unidos com os pais com visto de turista, aos cinco anos de idade. A jovem fala português com certa dificuldade. "Sou muito mais americana que brasileira", afirma. 
Janaina mora em Atlanta e trabalha como técnica de audiometria, mas ainda não conseguiu entrar em uma faculdade. "Mesmo para quem tem Daca a faculdade é caríssima. Custa duas ou três vezes mais que para um residente permanente", conta. 
A permissão da jovem de permanecer nos EUA termina em março do ano que vem. Noiva de um americano, ela deve se casar em setembro, mas diz que isso não lhe deixa mais tranquila. "Eu tenho medo de meu processo de residência permanente demorar muito e não sair até o vencimento do meu Daca", diz. 
Ela diz que não quer viver novamente a experiência de não ter documentos. "Eu tinha 18 anos quando consegui o Daca, mas se fosse para eu ficar aqui sem papéis eu não ficaria. É muito ruim", afirma. "Eu teria voltado para o Brasil, mesmo sabendo das dificuldades que teria para me adaptar". 
Situação semelhante vive a família Souza* em Orlando, na Flórida. Marcos Souza chegou à Flórida quando o filho tinha 5 anos de idade. Hoje, o rapaz tem 25 anos e também usufrui do Daca.
"O Junior chegou aqui pequeno, ele nem sabia ler ainda em português. Ele estudou aqui e trabalha comigo na construção", diz Marcos Souza, que só tem mais um ano do benefício. O imigrante disse que a família espera que o governo Trump regulamente o Daca. 
"A gente fica ansioso, mas tem que viver um dia de cada vez. O Trump disse que não iria mexer no Daca, mas mandou a decisão para o Congresso". 
Provisório
O Daca foi criado na administração Obama, como uma solução temporária para jovens imigrantes com status irregular, que entraram no país quando eram menores de idade. Os beneficiários do Daca são autorizados a viver, estudar, trabalhar e dirigir temporariamente no país. Quem tem Daca tem direito também a um registro de Social Security (seguro social), um número de identificação semelhante ao CPF no Brasil. 
No total, 800 mil jovens têm o benefício, a maioria mexicanos e outros países hispânicos. Para ser aceito, o imigrante deve ter completado menos de 31 anos até o dia 15 de junho de 2012, e ter chegado aos Estados Unidos antes dos 16 anos. 
Desinformação 
A advogada de imigração da Flórida Carmen Arce disse à Agência Brasil que há muita desinformação sobre o programa.  
"Não é fácil conseguir o benefício. Nós temos vários clientes. Eles têm que provar que viveram aqui, que entraram antes da data-limite, tem que provar que concluíram ensino médio aqui", afirma. 
Há uma série de requisitos que devem ser cumpridos. Não pode ter acesso ao Daca, por exemplo, quem tenha cometido crimes ou infrações, e mesmo quem já tenha enfrentado um processo de deportação. 
Carmen Arce avalia que de um modo geral a população americana é a favor do programa. "O problema são os políticos e os legisladores que não conseguiram ainda chegar a um acordo. E o resultado é o sofrimento para milhares de jovens e famílias, que vivem aqui há décadas". 
A brasileira Maria Aparecida Andrade*, 29 anos, chegou aos Estados Unidos quase no limite da idade, aos 14 anos. Ela diz que desde o início do programa procurou um advogado para ver se conseguia acessar o benefício.
"Isso fez muita diferença na minha vida. Depois do high school [ensino médio], eu fui fazer cursos. Não consegui ainda fazer faculdade porque continua sendo caro”. 
Mesmo assim, ela diz que o Daca foi um "divisor de águas" e que não tem comparação viver com algum tipo de proteção e sem nenhuma. "Viver com medo, de dirigir, medo de trabalhar sem ter permissão e viver sem perspectiva de futuro é ruim demais", relata. 
Grávida de 4 meses, ela trabalha na limpeza de casas em Atlanta. Diz que não tem pretensão de voltar ao Brasil. "Minha vida é aqui. Eu vou construir minha família aqui e tudo o que quero está aqui."
Apesar das dificuldades e da incerteza, Maria Aparecida diz ter esperança. "Peço a Deus que tudo se resolva", diz.

Um tribunal de primeira instância determinou este mês que a proteção do programa seja mantida enquanto não há decisão da Suprema Corte sobre o caso e enquanto o Congresso não define o futuro do Daca. 
* Os nomes são fictícios para preservar a identidade dos entrevistados.
Edição: Carolina Pimentel

ALIMENTAÇÃO

Consumo diário de beterraba aumenta a qualidade de vida

A beterraba é uma importante fonte de ferro, cobre, magnésio, potássio, além de todo o complexo da vitamina B.
Por mais que algumas pessoas, em especial as crianças, resistam ao seu sabor, suas imensas propriedades nos levam a utilizá-la em diversas receitas.
Seu suco, puro ou associado a outras frutas, é fonte de energia e excelente refresco para dias quentes.
Pode-se também usufruir desse legume em uma revigorante borsch (sopa ucraniana de beterraba, servida com creme de leite fresco) fria ou quente.
De qualquer maneira, a beterraba é daqueles vegetais que fornece diversos nutrientes para o corpo.
É boa para a visão, para o fígado e para ajuda a limpar o cólon (parte do intestino grosso). Também é bastante indicada para quem está sofrendo de anemia.
Lembrando que a beterraba é um legume bastante versátil e pode ser utilizada em saladas, sucos (bem comum com laranja e cenoura), cozida ou como um delicioso creme, frio ou quente.

Confira oito benefícios que a beterraba lhe trará

1. Equilíbrio mental: contém betaína e triptofano, substâncias que ajudam a equilibrar o sistema nervoso, atuando no combate à ansiedade e à depressão.
2. Circulação: por sua alta concentração de ferro, ajuda importante na produção de glóbulos vermelhos.
3. Pressão arterial: Consumir um copo de suco de beterraba todos os dias é indicado para quem quer melhorar a pressão arterial.
4. Fonte de energia: indicada para quem pratica exercícios ou tem uma agenda agitada e necessita de muita energia para queimar. Seu consumo é incentivado por especialistas.
5. Fígado saudável: a presença da betaína auxilia a impedir o acúmulo excessivo de gordura no fígado.
6. Excelente para os olhos: graças à presença de vitamina A e beta-caroteno, a beterraba ajuda a combater diversos problemas de visão.
7. Coração forte: a beterraba é rica em potássio, substância importante na prevenção de acidentes vasculares cerebrais além de ataques cardíacos.
8. Saúde dos intestinos: por ser rica em fibras, a beterraba atua na melhoria do processo digestivo, reduzindo a prisão de ventre.
As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.


FONTE: DICAS ONLINE